© 2018 Todos os direitos reservados - LGTi Tecnologia

GDPR: Prepare-se para as novas regras de proteção de dados

July 18, 2018

A União Europeia firmou acordo de privacidade no uso de dados pessoais pelas organizações de todo o mundo, obrigando-as a estarem em conformidade

 

A Inteligência Artificial (AI – Artificial Intelligence, em inglês) tem sido cada vez mais debatida, com cenários reais de utilização e seu uso cada vez mais democrático. A Internet das Coisas (IoT - Internet of Things, em inglês) também se vê aplicada em diversas indústrias, com sensores captando informação em tempo real, a todo instante. Entre essas duas tendências de tecnologia, há um detalhe crucial: os dados. Presentes não só em tecnologia de ponta, mas em todos os sistemas das organizações em todo o mundo, antes mesmo da informatização, empresas coletam e geram dados em velocidades cada vez mais rápidas. Com o avanço da capacidade computacional e o uso da nuvem, esses dados são cada vez mais estratégicos. Transformam-se em inteligência, empoderam decisões e podem mudar o curso de uma aplicação, com o uso de Aprendizado de Máquina (Machine Learning, em inglês), por exemplo. 

 

 

Nesse mundo onde dados valem ouro, aumenta-se a preocupação de como são utilizados, principalmente quando envolve as chamadas informações pessoais identificáveis (PII – Personal Identifiable Information, em inglês). Para proteger cidadãos do potencial mau uso desses dados individuais, a União Europeia (UE) aprovou uma legislação chamada GDPR (General Data Protection Regulation, em inglês) há dois anos, que passa por um período de transição no momento, sendo obrigatória a partir de 25 de maio de 2018 para todos os países da UE. O GDPR regulamenta toda organização que presta serviço na União Europeia ou que lida com dados de cidadãos da UE. Portanto, mesmo que sua organização seja de outro país, são grandes as chances de ter que se atentar a essa nova regra. Afinal, o mundo da computação em nuvem não tem fronteiras.  

 

O GDPR é a maior mudança em privacidade e segurança da informação das últimas décadas, substituindo o último acordo europeu, datado de 1995. Por isso, as organizações devem se atentar a todas as regras para garantir a conformidade.

 

A Microsoft tem feito isso desde que o acordo foi firmado, em 14 de abril de 2016, e foi a primeira provedora de nuvem global a oferecer termos e condições compatíveis com a nova regra em seus serviços. Assim, soluções como Azure, Microsoft 365 e Dynamics 365, já estão adequadas. No entanto, estar em conformidade com o GDPR vai além do uso de tecnologia, mas sim passa por processos internos, políticas e pessoas.  

 

A LGTi Tecnologia acredita que o GDPR é um importante passo para habilitar direitos individuais de privacidade. Ao garantir a conformidade de suas soluções, possibilita ajudar os clientes a navegar nessa jornada de compliance com as novas regras de privacidade e segurança dos dados. Se você não tem completa visibilidade dos dados que possui, de onde estão armazenados e como são usados, atente-se: pode custar até 20 milhões de euros ou 4% do faturamento anual da sua empresa (o que for maior) de multa por não conformidade com o GDPR.  

 

A LGTi e a Microsoft estão prontas para ajudá-lo com o GDPR. Descubra nesse e-book como entrar em conformidade rapidamente utilizando o Azure.

 

Retirado do Microsoft Enterprise

 

Você pode saber mais entrando em contato com a LGTi através do e-mail contato@lgti.com.br!!

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square